Siga meu Diário por Email

domingo, 22 de novembro de 2015

Minha mãe completa 70 anos de vida!

Texto lido na festa em comemoração aos 70 anos da minha mãe, no dia 21/11/15. 

Quero falar sobre a minha mãe hoje nesta data em que ela completa 70 anos de vida! Que idade linda! E ela ainda parece uma menina, com sua vivacidade e disposição para viver. Tomara que eu e minha irmã tenhamos herdado isso!
Eu poderia dizer muitas coisas e me demoraria horas falando sobre a Mamãe. Mas reunimos todos vocês para festejarmos e ela mesma precisa desfrutar dessa noite, aproveitando cada momento e a presença dos seus queridos e queridas que vieram homenageá-la. Então, serei breve.
Vou falar sobre a Mamãe pensando em três palavras que ocorrem muito fortemente quando penso nela: família, trabalho e fé.
Família é a base da vida da Mamãe. Ela aprendeu isso em casa, lá no sítio, no interior da Paraíba, onde viveu com seu pai, sua mãe e seus nove irmãos. Jamais se apartou disso, mesmo nas distâncias físicas e geográficas: nossos tios, nossas tias, nossos primos, nossas primas sempre estiveram dentro da sua casa, fosse nas cartas, nos telefonemas ou nas visitas de tempos e tempos. Dos mais próximos, tia Eurides e tio Nô, foi companheira atenta e carinhosa até seu último momento. Em sua casa, sempre recebeu, e recebe até hoje, com muita alegria e uma comida especial e gostosa, quem deseja lhe visitar. E todos querem! Hoje, parte deles está aqui e agradecemos a Deus pela oportunidade de nos reunirmos em momento tão especial. 
Família é algo a que Mamãe sempre se dedicou. Nós, suas filhas, sabemos o quão importantes somos em sua vida e ela nos ensinou a honrar isso. Ela é nossa parceria e nossa inspiração. E que alegria é ter nossos filhos, seus netos, experimentando da sua força e da sua doçura.
Ao lado da família, o trabalho sempre teve papel fundamental na vida da Mamãe. Porque havia a necessidade do sustento e Mamãe desde muito cedo foi em busca de sua autonomia e independência financeira. Mas também porque havia vocação. Ela aprendeu a costurar em casa, com sua mãe, e assim que pôde foi aprender mais, se profissionalizar. Durante os anos da nossa infância, ela esteve em casa cuidando de nós. Mas quando a necessidade bateu a nossa porta, Mamãe retomou seu trabalho. E nunca mais parou. Mudou de serviço, descobriu outras demandas, adaptou-se. Ama o que faz! Costurar é a profissão a qual se dedicou durante toda a vida, é o trabalho que sustentou sua família e ajudou a concretizar sonhos, é a terapia que a mantém tão jovem aos 70 anos de idade.
No entanto, há algo na vida da Mamãe que é mais forte que sua vocação e está acima de sua família: sua fé. Essa ela também aprendeu em casa. Dessa ela nunca se separou. Com ela, Mamãe remove as montanhas que, de repente, são erguidas pela vida; às vezes, escala essas montanhas e sua fé é o cajado que lhe dá sustentação na jornada. Ativamente religiosa, sua fé está para além das idas à igreja. Sua fé está no “Deus abençoe” ao despedir-se das filhas, ao final de um telefonema ou de uma visita cotidiana; está nas orações que faz no aconchego do seu lar, sozinha, colocando no altar do Senhor cada um dos nossos passos e sonhos. 
Pensando no que escrever para você, Mamãe, lembrei-me da promessa de Deus a Abraão. Na Bíblia Sagrada, logo no seu primeiro livro, Gênesis, conta-se que Deus disse ao seu servo Abraão: “Sai da tua terra, da tua parentela e da casa de teu pai, e dirige-te à terra que te indicarei! Eis que farei de ti um grande povo: Eu te abençoarei, engrandecerei teu nome; serás tu uma bênção!”
A quantos Deus não ordena isso, todos os dias, desde que o mundo é mundo? Não foi diferente com você, Mamãe. Desde moça, Deus tocou no seu coração que você deveria deixar sua terra e caminhar por outras. A promessa está sendo cumprida: você é abençoada e sua trajetória de vida é honra para nós.
 
Obrigada, Deus, pela vida da minha Mãe! 
Obrigada, Deus, por podermos reunir seus familiares e amigos para celebrar o dom da vida!
Obrigada, Mamãe, por você ser nossa inspiração!
O que queremos herdar é a sua força e sabedoria. Que Deus nos abençoe a todos!

5 comentários:

  1. Márcia, que lindo!
    É sempre bom passear pelo seu blog. Que Deus te abençoe e te transforme a cada dia que passar mais parecida com sua mãe!! beijos!

    ResponderExcluir
  2. Lindo, lindo prima. Enquanto Lia, lembrava da forma como você contou, e que vontade de ouvir mais. Bjss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Muito bom vocês estarem lá conosco!... bj

      Excluir
    2. Obrigada! Muito bom vocês estarem lá conosco!... bj

      Excluir