Siga meu Diário por Email

domingo, 20 de dezembro de 2015

Na formatura do Curso Normal do CERB

Texto escrito para a turma do Curso Normal do Colégio Estadual Ramiro Braga, da qual fui paraninfa em 19 de dezembro de 2015

É com muita honra que venho a esta tribuna como paraninfa da turma 3001 CN do Colégio Estadual Ramiro Braga. Esta escola me acolheu com muito carinho há cerca de um ano e meio, quando cheguei concursada do Estado. Ser profissional da Educação Pública era um sonho e, em 2014, foi chegada a hora de realizá-lo, depois de uma longa experiência como professora.
Já no ano passado, atuei com esta turma. Foi apenas durante o último bimestre letivo, mas percebi que havia ali jovens mulheres comprometidas em aprender e ter bom desempenho acadêmico.
Grande foi minha alegria quando pude, ao organizar meu horário, escolher ser, mais uma vez, professora de vocês. E tivemos, então, a oportunidade de estabelecermos, de fato, uma relação de alunas e professora e criarmos um vinculo de afeto. Foi com grande prazer que planejei cada uma das minhas aulas e com muito orgulho vi, semana após semana, o interesse de cada aluna ser despertado, seu desenvolvimento intelectual ir acontecendo, a maturidade surgindo ao longo do tempo que passávamos juntas.
Agora, o tempo escolar de vocês chega ao fim e os novos sonhos são aqueles que as levarão para a universidade. Só por esses dois motivos vocês já podem se considerar privilegiadas e aqui quero dar os parabéns às famílias de vocês. Orgulho-me de fazer parte da escola que colaborou para que cada uma de vocês entre para as estatísticas dos alunos que concluíram a Educação Básica. Ganha cada uma de vocês, ganham, por orgulho, suas famílias, e ganha cada um de nós, em nosso papel de cidadão neste país em que ainda há muito o que se fazer por uma educação de qualidade.
Tomara que os sonhos de vocês se realizem e vocês ingressem na universidade e, daqui a poucos anos, exibam novo diploma. Mas, até que alcancem nova vitória, quero lembrá-las de que vocês saem daqui hoje com o primeiro diploma e que esse tem dose dupla de comprometimento: o primeiro é que vocês concluíram seus estudos, em meio a tantos jovens da mesma idade de vocês que não obtêm esse êxito. Sintam-se verdadeiramente vitoriosas e usem essa conquista em prol de um mundo mais justo, pois a vocês já foi permitida uma grande chance na vida.
E há um segundo comprometimento: vocês saem daqui professoras. No papel de docentes, somos responsáveis, de algum modo, por todas as outras profissões. As relações que estabelecermos com nossos alunos os marcarão por toda a vida e podemos colaborar grandemente para sua formação. Que vocês não se esqueçam jamais disso se, de fato, decidirem pisar numa sala de aula. Sua atuação como cidadã terá muito mais peso quando você estiver no papel de professora.
Vocês se comprometerão com o aprendizado de crianças e adolescentes e sua própria relação com o conhecimento precisará ser constante. Não se acomodem. Leiam sempre, desconfiem do que lerem, busquem outras leituras. Não deixem de estudar nunca, pois o mundo muda e estudar transforma.
Vocês se comprometerão com as relações interpessoais. Não é possível ser professora sem amor. O afeto está na base das relações e cultivá-lo é exercício diário. Não deixem que preconceitos e ressentimentos impeçam vocês de se aproximarem dos seus alunos. Acreditem que mudanças são possíveis e comecem sempre por vocês mesmas. Olhar para dentro de si e ser capaz de se enxergar é também forma de amor, chama-se amor próprio e é com ele que aprendemos a amar o outro.
Por fim, creiam em Deus. Ele está em toda parte e tem os mais diferentes nomes. Mas, acima de tudo, Ele está dentro de cada um de nós. Clamem por Ele nos momentos de dúvida e aflição e Ele virá em seu socorro. Cultivem sua fé e ela as ajudará a transpor os mais difíceis obstáculos. Peçam sabedoria diante daquilo que vocês não tiverem aprendido ainda (saibam que sempre haverá algo novo a ser aprendido).

O Deus em que eu creio veio ao mundo em forma de homem e habitou entre nós para nos ensinar a desfrutarmos de vida em abundância, com justiça, mansidão e amor ao próximo. Sua vida simples nos mostra que os valores fundamentais não custam dinheiro, mas, sim, muita coragem e perseverança. Peço a esse Deus que assim seja a caminhada de vocês: com retidão e plena de amor. Deus as abençoe!

Nenhum comentário:

Postar um comentário