Siga meu Diário por Email

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Pelo Dia do Professor


A peróla preciosa
Conto hindu

C
onta-se na Índia que, numa tarde, um sábio caminhava ao longo das praias do oceano e chegou a uma pequena aldeia de pescadores. Ele a atravessou cantando e já se afastava para continuar sua estrada, quando um homem se pôs a correr atrás dele.
- Por favor, por favor! Espere aí! Me dê a pérola preciosa!
O sábio largou a sua trouxa.
- De que pérola você está falando?
- A que o senhor tem na sua mochila. Esta noite sonhei que hoje eu ia encontrar um grande sábio e que ele me daria a pérola preciosa que me deixaria rico até o fim dos meus dias.
O sábio, então, abriu a trouxa e realmente tirou de lá uma linda pérola. Era enorme e brilhava intensamente.
- Ainda há pouco, vi na praia esta bola grande. Achei-a muito bonita e a pus em minha mochila. Deve ser a pérola rara da qual você está falando. Tome, é toda sua.
O pescador ficou louco de alegria. Pegou sua pérola e saiu dançando, enquanto o sábio se estirava na areia, pretendendo passar a noite ali. No entanto, em sua tenda, o pescador não conseguia dormir. Mexia e se remexia na cama. Ele tinha medo de que alguém roubasse aquele seu bem valioso. Passou a noite inteira e não conseguiu pregar o olho.
Na manhã seguinte, cedinho, ele pegou a pérola e foi procurar o sábio:
- Devolvo esta pérola, pois ela me trouxe mais aflição do que riquezas. Aliás, prefiro até que o senhor me ensine a sabedoria de tê-la me dado com tanto desapego. Esta, sim, é a verdadeira riqueza .


Nova Friburgo, outubro de 2012


Inspirada pela proximidade da comemoração da “nossa data”, deparei-me com essa fábula e fiquei pensando em nós – professores.
Penso que aquele que identifica em si o dom de ensinar possui uma riqueza. Uma riqueza que não está nunca acabada; precisa de investimentos constantes de novos aprendizados. E é uma riqueza que não é subtraída de quem a oferece, quando dada ao outro; ao contrário, é riqueza que se multiplica, quando partilhada.
Rogo a Deus que possamos honrar nosso dom e nos esmerar em aperfeiçoá-lo a cada dia. E que saibamos nos desapegar de todo o conhecimento que alcançamos, em prol de uma educação de qualidade para todos aqueles que estão sob nossa responsabilidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário