Siga meu Diário por Email

sábado, 10 de setembro de 2011

A essência do sonhar

Estive hoje com meus alunos numa palestra no Senai, sobre "Formação profissional e o mercado de trabalho na área de gestão" . Ouvimos o professor Oscar Correia de Barros, da instituição, e o diretor da Haga S/A - Sr. José Abicalil.
Os discursos foram bastante interessantes, em seu conteúdo e forma. Se tivesse que resumi-los, haveria muito a tratar. Poderia abordar, por exemplo: a questão da imposição social aos estudantes de ingressarem no Ensino Superior assim que terminam o Ensino Médio; ou a amplitude da profissão de gestor/administrador; ou a ideologia por trás das palavras de quem está no papel do gestor (atuando ou formando). Teria texto para este blog por dias sem fim...


No entanto, uma palavra do Sr. Abicalil, me chamou a atenção acima de tudo. Um dos alunos presentes perguntou qual é o salário de um administrador e o palestrante, antes e sem responder, falou sobre sonho. Segundo ele, é preciso sonhar antes de qualquer outra coisa. Em suas palavras: "1. Tenha um sonho; 2. Conquiste o sonho; 3. Solidifique o sonho."


Tenho me indagado, após alguns anos de trabalho com adolescentes, sobre o que eles sonham. Com o celular mais novo do Mercado? Com o show do artista da "hora"? Com uma viagem? Com a festa do final de semana?
Obviamente, já fui adolescente e tive desejos semelhantes. DESEJOS, é disso que se trata e não me cabe julgá-los.


Minha indagação, porém, é mais profunda e mais ampla: onde estão os SONHOS dos adolescentes do século XXI? De que se tratam? O quanto eles se empenham para alcançá-los? De que sacrifícios são capazes para realizá-los?


Entendo que sonho é algo que brota dentro do indivíduo, às vezes com uma motivação exterior, mas sempre como algo a ser cultivado interiormente. Acredito que sonhos são alimentados e exigem entrega e, por conseguinte, renúncia. Por causa de um sonho, tomamos esta ou aquela atitude; faz-se escolhas para se chegar a alcançar um sonho. Quando escolhemos algo, outros tantos ficam de fora.


Em 2010, numa das minhas aulas na 1a série do Ensino Médio, me dediquei a discutir sobre esse tema com os alunos. Eu havia passado anteriormente o filme "O céu de outubro" e procurei mostrar o quanto o sonho foi essencial para o desenrolar do enredo.
O filme, segundo resenha em  http://www.pedagogiaaopedaletra.com/posts/resenha-do-filme-ceu-de-outubro/ é “Baseado no romance de Homer H. Hickam Jr., CÉU DE OUTUBRO (1999) conta a verdadeira estória de quatro garotos da pequena cidadezinha de Coalwood, West Virginia, os  quais, pretendendo  mudar  suas  vidas  limitadas,  ousaram,  nos    anos cinqüenta, algo que mudaria seus destinos. (...) CÉU DE OUTUBRO é um filme muito interessante, principalmente, por ser inspirado na autobiografia de Homer Hickam, o qual, nos créditos finais, aparece em imagens reais, com os amigos, e até um dos lançamentos que fizeram naqueles tempos difícieis. Talvez, o mais impressionante disso tudo é a própria temática abordada, qual seja, a da exaltação dos sonhos, como quando, também ao final, é revelado que Hickam e seus amigos tiveram futuros brilhantes, inclusive junto à NASA, por terem persistido na sua empreitada.”


Recordo-me de que o assunto gerou uma boa reflexão em sala. Espero que tenha sido uma pequena semente e  que ela ainda dê frutos, em algum momento.


Como educadora, penso na mais nova função deixada a cargo de nós, professores - a de ensinar a sonhar. Mas não é possível ensinar a sonhar sem sonhar... Trago, então, para encerrar este texto, o grande educador brasileiro Paulo Freire, que num livro bastante antigo - "O Educador - vida e morte", no texto "Educação - o sonho possível", conclui dizendo assim: 



"Eu agora diria a nós, como educadores e educadoras: ai daqueles e daquelas, entre nós, que pararem
com a sua capacidade de sonhar, de inventar a sua coragem de denunciar e de anunciar."

Márcia Lobosco
06/09/2011






3 comentários:

  1. Muito bom Márcia!! Abriu nossos trabalhos com o nosso tema final: a reconstrução das utopias. E olha que pode dar um excelente tema de pesquisa (Atenção turma que conversou comigo após a aula no sábado). As representações de futuro de uma parcela determinada de jovens em Friburgo e como esses sonhos, e utopias movem suas ações.
    Continue assim, suas reflexões me fizeram pensar em muita coisa. Alunos como vocês nem precisam de professor, já andam sozinhos!!! Bjs
    Silvana

    ResponderExcluir
  2. gostei muito ficou realmente mto bom, tbm ja criei o meu e add esse como seguidor

    ResponderExcluir