Siga meu Diário por Email

domingo, 8 de maio de 2016

Maternidade para alem dos rótulos

Foi lindo passear pelo facebook neste Dia das Mães. A graciosidade das fotos de infância, as belas mensagens para as mães, a beleza e singela de flores e corações trouxe uma atmosfera agradável aos atuais dias tão penosos, de tantos ódios e agressões. Um viva a todas as mães por nos proporcionar isso. 
Para além de todo o glamour de se comemorar o Dia das Mães, de todo o mito do amor materno e de todo o peso que se coloca sobre os ombros de quem desempenha o papel da maternidade, hoje mais fortemente fiquei pensando sobre o que significa ser mãe. 

Minha mãe está viva e, aos 70 anos de idade, continua vivaz. Cuida da casa, trabalha (é uma costureira de mão cheia, já há muitos anos dedicada a roupas e paramentos litúrgicos), resolve sozinha suas coisas na rua - banco, quitanda, supermercado etc -, faz hidroginástica atua na igreja. A despeito de tudo isso, está sempre pronta a socorrer um dos netos (são três!), se precisarem dos seus cuidados por ausência dos pais ou um pequeno mal-estar da infância. Ela está sempre ali - pro que der e vier. 
Olhando para trás, percebo que ela sempre esteve, desde que me entendo por gente. E que isso me deu impulso para ser o que sou hoje. Apenas por poder contar com seu incentivo e com suas orações - incondicionalmente. Agradeço a Deus por ter minha mãe ao meu lado, pela pessoa que ela é, pelo tanto que me pareço com ela, e pelo muito que ela me inspira. Que venham os bisnetos, num futuro ainda distante, para desfrutarem da sua alegre e forte companhia!

Tudo isso sobre a minha mãe, entendi mesmo quando fui mãe. Não é possível compreender um monte de coisas até que esse dia chegue. No exercício da maternidade, e com todas as sensações, angústias, aflições, alegrias e realizações que isso nos proporciona, aprendemos a verdadeiramente admirar nossa própria mãe. 

Não creio, no entanto, que isso nos seja dado instintivamente. Somos muito mais do que instinto; ser mãe é, sem dúvida, uma construção social. A maternidade não é a mesma em todas as culturas. Compreender isso pode nos tirar das amarras de ter de vestir rótulos. 
Acredito que haja uma ética na maternidade. A ética do cuidado com o outro. Um outro que, em geral, espera, desse ser que desempenha essa maternidade, um sentido para sua própria vida. Ser mãe é se esforçar para dar esse sentido para a vida do outro. 
Mas como se trata de relação interpessoal mediada pela linguagem, ser mãe é ensinar sobre a vida, vivenciando-a numa partilha diária. Abster-se disso é dar ao outro um sentido menor para a vida. Exagerar nisso é dar à vida sentidos que ela não tem. 

Aí está, então, a meu ver, o grande e fantástico desafio da maternidade: estando junto com o outro (o filho/os filhos), ensinar sobre a vida, vivendo. Significa, sim, discurso, pois somos seres de palavras. Mas discurso que é orientação, diálogo, aprendizado. Significa, também, gestos, expressões, emoções, atitudes - tudo de concretamente emocional que seja possível e necessário, pois que a vida é movimento. Significa dar e receber. Significa ensinar e aprender. Significa falar e ouvir. Significa sentir e pensar. Significa acertar e errar. 

Por tudo isso, amo ser mãe. Essa é uma experiência de vida intensa e transformadora. 
Agradeço a Deus pela oportunidade de ter Miguel e Augusto sob os meus cuidados e rogo a Ele sabedoria para seguir essa caminhada. 
Um novo sentido foi dado à minha vida, depois da maternidade. Que eu possa inspirá-los em suas trajetórias e ser capaz de ser luz em todos os momentos de suas vidas.

7 comentários:

  1. Márcia, você conseguiu sintetizar o nosso grande desafio: amar e educar sem "dar à vida sentidos que ela não tem". E sem manual de instruções!! Obrigada pelo texto.

    ResponderExcluir
  2. Maravilhoso texto! Me encontrei em muitas partes ai. Obrigada, Márcia!

    ResponderExcluir
  3. Muito lindo!
    Faço das suas, minhas palavras. Sem dúvida ser mãe foi uma experência transformadora em minha vida! Amo ser mãe!!
    Bjs com todo meu carinho.

    ResponderExcluir
  4. Muito lindo!
    Faço das suas, minhas palavras. Sem dúvida ser mãe foi uma experência transformadora em minha vida! Amo ser mãe!!
    Bjs com todo meu carinho.

    ResponderExcluir